10.4.11

REFLEXÃO.


       Ate parece que já nos acostumamos acompanhar nos meios de comunicações noticias de corrupções e violências. Porém o massacre ocorrido na manhã desta quinta-feira, na escola municipal em Realengo, Rio de Janeiro nos deixou perplexo, por não estarmos acostumados a algo tão violento em nosso País. - Parece que a humanidade está retrocedendo aos tempos barbárie como se nada hoje fosse possível fazer, em termos de políticas públicas para deter esse estado de coisas.

    Para Bertolt Brencht; "o pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, os preços do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, pilantra, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo”.

     Precisamos encontrar solução urgente a deter os vestígios de corrupções de violência em quase todos os setores da sociedade; é hora de somar as boas idéias e fazer valer o bem sobre o mau para o presente, e um futuro de Paz e Prosperidade a todos.

Sem comentários:

Enviar um comentário