20.8.12

Lourdes Melo diz que eleição é farsa e quer salário-mínimo de R$ 3 mil

Lourdes Melo

A candidata à vice-prefeita na chapa de Vasconcelo Pinheiro (PCB), Lourdes Melo (PCO), afirmou, nesta segunda-feira (20), em entrevista ao jornal Notícia da Manhã que participa da campanha eleitoral como uma forma de reivindicar direitos dos trabalhadores. Ela criticou ainda quatro de seus adversários e disse que a eleição “é uma farsa”. 

Entre as bandeiras de luta da candidata, estão as melhores condições de trabalho aos servidores públicos, reforma agrária, adoção de um salário mínimo de R$ 3 mil e o voto nulo. “Nós participamos da eleição não diferente da nossa luta diária pelo socialismo e pela revolução", afirmou. 

Melo criticou ainda seus adversários e diz que a campanha para os pequenos partidos é desigual. "Os quatro candidatos (Firmino Filho, Elmano Férrer, Wellington Dias e Beto Rego), representantes reais da burguesia, querem é controlar os R$ 2 bilhões que entram na prefeitura. Esses candidatos querem enganar, pegar o dinheiro para dividir entre seus apaniguados. Eleição é uma farsa porque não temos o mesmo horário na TV e as mesmas condições de financiamento”, declarou.

(CidadeVerde.com).

Sem comentários:

Enviar um comentário