29.11.12

“Sanciona,Dilma”: Ato pressiona presidente por royalties do PI

O movimento acontece no adro da Igreja São Benedito. Presidente Dilma decide amanhã sobre sanção ou veto.

Os parlamentares de Teresina, prefeitos e bancada piauiense fazem na manhã desta quinta (29) o movimento “Sanciona, Dilma” para pressionar a presidente a sancionar o projeto de distribuição igualitária dos royalties do pré-sal. A presidente decidirá amanhã (30) sobre o veto ou a sanção do projeto.


O ato acontece nesta manhã, no adro da Igreja São Benedito. O presidente da Câmara de Teresina, vereador Edvaldo Marques, analisa que os parlamentares estão participando de forma efetiva do movimento, inclusive os parlamentares eleitos para o mandato que inicia em 2013.
“É uma mobilização no sentido de que possamos participar de forma efetiva porque esses royalties devem ser distribuídos de forma igualitária”, disse.
A Câmara aprovou por unanimidade o envio de um ofício à presidente Dilma solicitando a sanção. “Ela vai se sensibilizar com o texto”, acredita Edvaldo.
O ato é suprapartidário e congrega políticos, secretários estaduais e municipais das várias esferas de poder.
Na manhã de ontem, o governador Wilson Martins cantou o Hino Nacional e entoou o grito de "Sanciona, Dilma" durante evento.

(cidadeverde.com)

Sem comentários:

Enviar um comentário