15.1.13

Justiça anula leilão de imóvel arrematado por Lobão no Rio

Chico Otávio e Liane Thedim, O Globo


A Justiça fluminense anulou o leilão de dois apartamentos arrematados, em 2010, pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (foto abaixo), um deles em sociedade com um dos filhos, Márcio Lobão, e com o desembargador Marcelo Buhatem.


Ministro Lobão. O CNJ apura se disputa teria favorecido parente de magistrado 
Este leilão, que incluiu um terceiro imóvel — todos no mesmo prédio em Ipanema (Avenida Henrique Dumont 118, apartamentos 101, 102 e 401) —, é alvo de investigação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre a existência de uma ação entre amigos nas varas empresariais da capital, destinada a favorecer parentes e amigos de juízes com a administração de massas falidas lucrativas.

Sem comentários:

Enviar um comentário