12.3.13

Cabral tem crise de bom senso e manda que os pagamentos sejam retomados

Carlos Newton
Conforme já se esperava, o governador do Rio, Sérgio Cabral, teve de recuar de sua espalhafatosa decisão de suspender todos os pagamentos do Estado até que o Supremo Tribunal Federal julgue a validade da lei que altera a distribuição de royalties do petróleo.
Debi e Lóide
Os fornecedores do governo do Rio ameaçavam paralisação e já se preparavam para recorrer à Justiça. Porém, em comunicado divulgado nesta terça-feira (12), o governador afirma que “decidiu liberar os pagamentos das áreas da educação e da saúde no próximo dia 18 de março”. Os outros pagamentos serão liberados logo depois, é claro.
No Rio, todos sabem que Sergio Cabral é desonesto e insano. Junto com Eduardo Paes, ele forma a dupla Debi e Lóide da política nacional. A maior façanha desses falsos comediantes é destruir o principal viaduto que dá acesso ao centro da cidade, sob a alegação de “melhorar o visual”. Enquanto isso, o segundo viaduto mais importante, que dá acesso a São Conrado e Barra da Tijuca, está sob ameaça de desabamento, mas Debi e Lóide não estão nem aí. O pior é que não aparece uma ambulância do Samu, um  psiquiatra do Hospital Pinel ou um médico de família para providenciar a internação dos dois, que continuam livres, leves e soltos.    
Fonte: Tribuna da Imprensa                                   

Sem comentários:

Enviar um comentário