23.6.13

Entidades usam tratamento de Dilma para rebater importação de médicos

As entidades médicas nacionais divulgaram neste sábado (22), nota de repúdio ao anúncio da presidente Dilma Rousseff de que médicos de outros países irão ampliar o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS).
Em carta aberta aos médicos e à população brasileira, manifestam preocupação com a medida e ameaçam ir à Justiça.
As entidades lembram que Dilma foi vítima de grave problema de saúde, há alguns anos quando foi tratada por centros de excelência do País, com médicos capacitados em escolas brasileiras. 'O povo quer acesso ao mesmo e não quer ser tratado como cidadão de segunda categoria, tratado por médicos com formação duvidosa e em instalações precárias', reage. 
LEIA NA ÍNTEGRA. ‘ A SAÚDE PÚBLICA E A VERGONHA NACIONAL’


Sem comentários:

Enviar um comentário