11.8.13

Bebê nasce em calçada de maternidade em São Luis.

O caso aconteceu no mês de junho, mas só foi denunciado pela família dois meses depois.

Imirante

Imagem: Reprodução
SÃO LUÍS - Uma adolescente de 16 anos pariu na calçada depois de ter o atendimento negado na Maternidade Marly Sarney. O caso aconteceu no mês de junho, mas só foi denunciado pela família dois meses depois. A saída da ambulância e o parto foram filmados por um parente da mãe e mostrados no JM TV 2ª edição desse sábado (10).
O momento que deveria ser de maior felicidade na vida de uma adolescente, por muito pouco, não se tornou uma tragédia. Grávida e entrando em trabalho de parto, a jovem não pôde ser atendida na Maternidade Marly Sarney e, quando estava a caminho da Maternidade Maria do Amparo, no Anil, pariu ainda na calçada. Com os portões fechados, o vigia teria ido em busca de enfermeiros, mas, no momento em que os profissionais chegaram, a criança já havia nascido e estava sendo segurada por outra enfermeira, que foi ao encontro da ambulância que trazia a mãe.
O pai da criança, William Barbosa, criticou o tratamento e comparou o atendimento médico ao dispensado a um animal. “Nem com meus cachorros eu fazia isso”, reclamou.
O diretor da Maternidade Marly Sarney, Frederico Barroso, informou à equipe de reportagem que a jovem não pôde ser atendida naquela unidade por causa da superlotação. O médico considerou o fato normal, tendo em vista o grande número de casos semelhantes que ocorrem constantemente. Já o diretor-clínico da maternidade Luís Eduardo Ribeiro, disse que a técnica em enfermagem foi buscar a jovem na ambulância e quando chegou à porta da maternidade, o vigia havia ido chamar outro funcionários.
Veja o vídeo feito pela irmã da adolescente a seguir:

Sem comentários:

Enviar um comentário