20.9.13

Randolfe e Suplicy apoiam Dia Mundial sem Carro

Randolfe e Suplicy pedalaram por meia hora para chegar ao Senado
 ontem: incentivo ao uso da bicicleta por servidores 
Foto:Senado/Criação e Marketing
Em apoio ao Dia Mundial sem Carro, 22 de setembro, e à Semana Nacional da Mobilidade Urbana, os senadores Eduardo Suplicy (PT-SP) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) vieram ontem ao Senado de bicicleta. Por volta das 8h, eles saíram da quadra em que moram, na Asa Sul, e fizeram o percurso de 7 quilômetros em 30 minutos, acompanhados por servidores que costumam vir ao trabalho pedalando.
Embora seja suprida por vias largas, Brasília não oferece muitas opções de trânsito aos ciclistas. Ao contrário, desde a inauguração a cidade tem se notabilizado por privilegiar o uso do automóvel. Os cidadãos que dependem de ônibus também enfrentam muitas dificuldades para se descolar pela capital.
Por motivos de segurança e facilidade de acesso, Suplicy e Randolfe não utilizaram as ciclovias em implantação no Plano Piloto, que ainda não têm ligação completa até o Eixo Monumental, onde fica o Congresso.
— O percurso é curto e, de bicicleta, leva quase o mesmo tempo se viéssemos de carro — disse Suplicy.
Apesar de o trajeto ser feito na mesma via que os carros, Randolfe não encontrou riscos. Ainda assim, defendeu campanhas educativas para melhorar a segurança para o trânsito de bicicletas.
À tarde, Suplicy informou em Plenário ter oficializado sugestão para que o ­Senado ­instale bicicletários e amplie vestiários para os servidores que desejarem usar bicicleta para vir ao trabalho. O documento, elaborado por funcionários da Casa, também contou com o apoio de Randolfe, Cristovam Buarque (PDT-DF) e ­Rodrigo Rollemberg (PSB-DF).
Jornal do Senado

Sem comentários:

Enviar um comentário