13.11.13

Hospital Getúlio Vargas amplia vagas no programa de residências médicas

A equipe veio para avaliar e ampliar os Programas de Residências Médicas.

Visita do MEC ao HGV (Foto:Solinan Barbosa/Sesapi)

Quatro novos Programas de Residências serão criados no Hospital Getúlio Vargas (HGV) nas áreas de neurocirurgia, cirurgias geral, otorrinolaringologia e Clínica Médica. O diretor do Hospital Getúlio Vargas (HGV), Carlos Iglézias, reuniu-se nesta terça-feira (12), com a Comissão de Avaliação do Ministério da Educação (MEC), para avaliar e ampliar os Programas de Residências Médicas do HGV.
Carlos Iglézias explica que esse é um momento de transição para o HGV, onde alguns programas de residências serão migrados para o Hospital Universitário (HU), e outros serão implantados com o apoio da Faculdade de Ciências Médicas do Estado (Facime). A coordenadora do Programa de Residências Médicas do HGV, Ione Soares, disse que a cada cinco anos o MEC avalia o funcionamento dos Programas de Residências e este ano, a novidade é a ampliação do número de vagas.
Segundo ela, serão ampliados de nove para 13 vagas os Programas de Residência em Cirurgia Geral e Médica. A Comissão de Avaliação elogiou a estrutura física do HGV e disse que o hospital possui todas as condições para funcionar os Programas de Residências. O HGV possui em todas as salas de aula equipamentos de vídeo, centro cirúrgico adequado, com nove salas, Unidade de Tratamento Intensivo com 16 leitos e 316 leitos gerais. Para a Comissão, uma estrutura privilegiada, diferente de muitos hospitais do país, com condições adequadas para receber os novos Programas.
Para Iglezias, o HGV está num momento de mudanças em todos os sentidos. “Hoje o leito não é da clínica, como anteriormente, hoje o leito é do hospital e estamos aumentando, a cada dia, nossa taxa de ocupação”, afirma.
Com inform SECOM / Gov do Estado do Piauí

Sem comentários:

Enviar um comentário