29.12.13

GLOBO FARÁ SÉRIE SOBRE A MÃE DE JOAQUIM BARBOSA


Depois da capa da revista Veja com a foto do ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, ainda criança, com a chamada "O menino pobre que mudou o Brasil" e da extensa cobertura da mídia sobre o julgamento da Ação Penal 470, com transmissão em tempo real das sessões pelos sites e pela Globo News, a TV Globo prepara agora uma série para o Fantástico, seu principal produto aos domingos, para contar a história da mãe de Joaquim Barbosa; relações de ministro com Globo são muito boas; ele até emplacou o filho como produtor do programa de Luciano Huck; mais uma parte do projeto político-eleitoral de Barbosa em curso?

247 - A Globo prepara uma série sobre mães, para exibir no próximo ano, no Fantástico. Uma das histórias que a emissora quer contar é a da mãe do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, que ganhou ampla notoriedade desde o julgamento da Ação Penal 470, o "mensalão". Já existem negociações com a mãe do ministro.
As relações de Barbosa com a Globo são muito amistosas. Além da cobertura extensa sobre o julgamento da AP 470, com exibição em tempo real pela Globo News, o ministro conseguiu emplacar o filho na produção do programa "Caldeirão do Huck", de Luciano Huck (leia mais aqui). 
Projeto da Globo com a mãe de Joaquim Barbosa é levado adiante num momento em que se especula muito sobre a possibilidade de Barbosa disputar eleições em 2014, podendo ser, inclusive, candidato a presidente da República. O presidente do PSB, no Rio, deputado federal Romário, já fez um convite público a Barbosa. Programa da Globo sobre a mãe do ministro pode ser um mecanismo eficiente para dar a ele mais popularidade. E deve ter o mesmo tom emotivo e triunfalista já usado pela revista Veja, que colocou em sua capa uma foto de Barbosa ainda criança, com a chamada "O menino pobre que mudou o Brasil". 
A série, intitulada "Mães coragem", está sendo preparada pela apresentadora Cissa Guimarães com a diretora Patrícia Guimarães. A informação é da jornalista Patrícia Kogut, do jornal "O Globo". Ao que parece, projeto político-eleitoral do ministro envolve toda a emissora - desde o jornalismo até as equipes de entretenimento.
BRASIL 247

Sem comentários:

Enviar um comentário