10.1.14

"QUEM MANDA AQUI NÃO É A FAMÍLIA, SOU EU", afirma ROSEANA SARNEY

Roseana reconhece sua culpa pelo caos na Segurança Pública do Maranhão:
"Se querem penalizar alguém, penalizem a mim. Eu que sou a governadora"
A afirmação do título foi proferida pela governadora Roseana Sarney Murad (PMDB), nesta quinta-feira (09), durante entrevista coletiva na sede do Governo, no Palácio dos Leões.

Posando ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, Roseana respondeu, em tom áspero, ao questionamento de uma jornalista da Folha de S. Paulo sobre a possibilidade do fato de apenas hoje o Governo Federal ter-se posicionado sobre a crise no sistema prisional do Maranhão ter alguma relação com os laços políticos entre o PT e a família da governadora.

Eis a resposta, pescada no blog do governista Gilberto Léda: “Isso não existe como família. Sou Roseana, tenho sobrenome Sarney, mas sou uma pessoa que tenho passado, presente e, se Deus quiser, futuro. Quem manda aqui não é a família, sou eu. Quem foi eleita, em primeiro turno, fui eu. Querem o quê? Se querem penalizar alguém por isso, penalizem a mim, não a família. Eu que sou a governadora.

Depois de inúmeras tentativas em apontar "culpados" pelo caos na "IN"Segurança Pública do Maranhão (confira aqui), finalmente Roseana reconheceu sua fatura nessa complicada equação.

Ao assumir que é ela a governadora, a filha do senador José Sarney chama para si a responsabilidade das falhas e erros de sua gestão à frente do Executivo estadual, abstendo o Poder Judiciário, outrora apontado como responsável pela crise no sistema carcerário pela própria Roseana.

Aliás, "nunca antes na história política deste Estado" um governante disse tanta coisa digna de críticas da direita, esquerda, frente e verso.

Discorda? Pois leia aqui e comente depois.

(Com infom do blog Hugo Freitas)

####

URBANA Construções
                                              Publicidade

Sem comentários:

Enviar um comentário