28.1.14

Termo de reforma do aeroporto da capital será assinado em fevereiro

Definição aconteceu após reunião com a presença do governador e do ministro Moreira Franco. Termo será assinado dia 21 de fevereiro.



Reunião com o ministro Moreira Franco (Foto:Igor Prado)
Após diversas reuniões envolvendo Governo do Estado, Secretaria Nacional da Aviação Civil, Infraero e Prefeitura Municipal de Teresina, foi marcada, nesta terça-feira (28), a data para assinatura de termo de cooperação para a realização de reforma do Aeroporto Senador Petrônio Portella, em Teresina. A definição aconteceu após reunião técnica realizada, hoje, no Palácio da Cidade, com a presença do governador Wilson Martins, do ministro Moreira Franco, do prefeito Firmino Filho e de representantes da Infraero e da iniciativa privada. A estimativa é de que sejam investidos R$600 milhões na reforma.

Reunião com o ministro Moreira Franco( Foto: Igor Prado)
“A proposta que nós defendemos é a construção de uma nova casa de passageiros, que já tem projeto, além da construção de viadutos e novas vias de acesso ao aeroporto, com o mínimo possível de desapropriações. E como medida em longo prazo, a construção de um novo aeroporto”, disse o governador Wilson Martins, que, em seguida, entregou ao ministro cinco propostas de terreno onde poderá ser erguido o novo terminal aeroportuário da capital.

O ministro Moreira Franco reconheceu que o Aeroporto Senador Petrônio Portella está estrangulado. “Teresina é uma cidade que avançou muito nos últimos 20, 30 anos, assim como o Piauí, que hoje não possui mais os piores indicadores sociais e econômicos. Essa questão do aeroporto é uma necessidade da cidade”, afirmou.
Após a assinatura do termo de cooperação, segundo o ministro, serão realizados os trâmites necessários para a contratação de projetos básico e executivo da reforma do aeroporto atual. Segundo o superintendente de Projetos da Infraero, Jonas Lopes, o objetivo será realizar apenas as desapropriações necessárias à garantia da segurança nas operações do terminal.
Reunião com o ministro Moreira Franco( Foto: Igor Prado)
O prefeito Firmino Filho também defende a construção de um novo aeroporto de maneira paralela à reforma do sítio aeroportuário atual. “A reforma é uma solução provisória e por isso, manifestamos o desejo de fazer o mínimo de intervenções necessárias na região para não prejudicar os moradores que já moram ali há muito tempo”, argumentou.
Proposta
Dentre as propostas apresentadas pela Infraero, a PMT optou pelo “cenário 1”, que prevê ampliação da casa de passageiros para 55 mil metros quadrados, instalação de 12 pontes de embarque e desembarque (fingers), capacidade para 3 milhões de passageiros por ano até 2029, além da expansão do estacionamento.
Interior
Além de Teresina, os municípios de Picos, Floriano, Parnaíba, Corrente e Paulistana foram incluídos na segunda fase do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (Profaa). “No Piauí, temos 41 aeródromos - muitos feitos sem planejamento, sem estudos prévios. Estamos em uma luta para a homologação, regularização. Os aeroportos incluídos nesse programa são estratégicos para o desenvolvimento do estado”, lembrou o governador.
Fonte: Portal do Governo do Estado do Piauí

Sem comentários:

Enviar um comentário