11.4.14

Encontro define nova direção do HGV e reabertura do pronto-socorro

No início da noite desta sexta-feira (11) o prefeito Firmino Filho (PSDB), o presidente da Fundação Hospitalar de Teresina (FHT), Aderivaldo Andrade, e o secretário estadual de Saúde, Mirócles Veras, acertaram a reabertura do pronto-socorro do Hospital Getúlio Vargas, que terá a atribuição de tratar pacientes não traumáticos.

                 Yala Sena/Cidadeverde.com

A medida visa desafogar o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). A proposta de divisão das urgências foi apresentada pela assessoria do governador Moraes Souza Filho (PMDB). 

Com isso, casos não traumáticos, que correspondem a 60% dos atendimentos do HUT, vão para o HGV. São aneurismas, infartos e crises renais, por exemplo. O HUT fica com os acidentes, ortopedia e neurologia. Um protocolo de triagem dos pacientes deve ser criado.  

A reabertura do pronto-socorro do HGV chega acompanhada de uma mudança. A enfermeira Clara Leal, que já dirigiu o Samu, HUT e recentemente o Hospital Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, assume a direção geral do hospital no lugar de Carlos Iglesias - que era contrário a reabertura do pronto-socorro do HGV. 

Clara Leal será a nova diretora do HGV

A decisão surge no dia em que o prefeito Firmino Filho mandou o recado para quem é contra a reabertura do pronto-socorro. O gestor afirmou que é preciso parar com "picuinhas" porque há "gente morrendo no HUT". 

Ontem, um paciente morreu após ser atendido no chão do HUT. O caso repercutiu nacionalmente, inclusive no telejornal SBT Brasil. Com 280 leitos, o hospital abriga mais de 500 pacientes. 

A reunião também apresentou um projeto para o funcionamento do novo pronto-socorro de Teresina. 

A previsão é da reabertura ser iniciada já a partir da próxima semana. 

Fonte: cidadeverde.com

Sem comentários:

Enviar um comentário