12.10.14

AÉCIO CELEBRA UNIÃO COM MARINA: "UM SÓ CORPO"

No dia da Padroeira do Brasil, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi à Basílica de Aparecida (SP) e comparou a adesão de Marina Silva a um casamento; "Com as bênçãos de Nossa Senhora, digo que hoje é um dia glorioso para nossa caminhada. A partir de agora somos um só corpo e um só projeto em favor do Brasil e dos brasileiros", disse ele; presidente Dilma Rousseff considerou natural o apoio de Marina ao PSDB e afirmou que ela e Aécio representam o "retrocesso"

247 - No dia da Padroeira do Brasil, o senador Aécio Neves foi à Basílica de Aparecida do Norte (SP) e comparou o apoio de Marina Silva a sua candidatura a um casamento.  "Com as bênçãos de Nossa Senhora, digo que hoje é um dia glorioso para nossa caminhada. A partir de agora somos um só corpo e um só projeto em favor do Brasil e dos brasileiros", disse ele. Ontem, em Recife, Aécio já havia conquistado o apoio da família de Eduardo Campos.
Aécio também disse que Marina "tem valores e um imenso amor pelo Brasil", mas não afirmou se ela participará de seu eventual governo.  "Minha candidatura não é mais de um partido político, mas representa um profundo sentimento de mudança que se alastra pela sociedade brasileira", afirmou. "Fico muito feliz com está decisão dela, que só me engrandece."
Questionada sobre o apoio de Marina a Aécio, a presidente Dilma Rousseff o considerou natural e afirmou ainda que a transferência de votos não será automática. "Eu acho que esse anúncio, essa opção, é compreensível, porque a proximidade que ela tem é com o programa econômico do Aécio. E tem menos proximidade com o programa social do meu governo"; a candidata do PT disse não acreditar que haja uma transferência de votos automática de Marina para Aécio: "Acredito na democracia. O voto é de quem vai lá na urna e registra", afirmou. Ela disse ainda que Marina e Aécio representam o "retrocesso" na economia.
Leia, abaixo, reportagem da Reuters a respeito:
Aécio comemora apoio de Marina; diz que ela representa parcela expressiva da população
Reuters - O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, disse estar "muito feliz" com a declaração de apoio à sua candidatura neste domingo por Marina Silva (PSB), terceira colocada na disputa eleitoral no primeiro turno, e disse que a ex-candidata representa parcela expressiva da população brasileira.
"Estou extremamente feliz com esse apoio e que tocará fundo no coração de milhões de brasileiros, eu tenho absoluta certeza disso. É uma decisão que engrandece a boa política brasileira", disse o candidato a jornalistas em Aparecida (SP), onde ocorreu missa solene em homenagem a Nossa Senhora Aparecida.
"Marina representa o sentimento de uma parcela muito expressiva da sociedade brasileira que quer voltar a acreditar na política como um instrumento de transformação da vida das pessoas", afirmou.
Ao agradecer a manifestação pública da ex-senadora, o presidenciável afirmou que inicia a segunda etapa da corrida presidencial com possibilidades de derrotar a presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição pelo PT.
"Acredito que nós iniciamos já essa reta final e decisiva do segundo turno demonstrando que o Brasil tem possibilidades não apenas de vencer o atual governo que aí está, que demonstra desespero em todas as suas últimas ações para se manter no poder, como temos as melhores condições para governar juntos o Brasil", disse o candidato.
Marina Silva, formalmente filiada ao PSB, anunciou neste domingo seu apoio a Aécio. A transferência de eleitores não é automática, mas o posicionamento da ex-senadora, que obteve mais de 22 milhões de votos, pode impulsionar a campanha do tucano.
"Com a chegada de Marina Silva, dos seus valores, do seu imenso amor ao Brasil, da sua história de vida, a minha candidatura não é mais a candidatura de um partido político, não é a candidatura sequer de uma aliança partidária. É uma candidatura que representa o profundo sentimento de mudança que hoje se alastra pela sociedade brasileira", afirmou o senador mineiro.
Emissários da ex-senadora haviam entregue à campanha de Aécio na sexta-feira uma sugestão de pautas mais "progressistas" a serem incorporadas pelo tucano, considerados temas-chave para que Marina declarasse seu apoio.
No sábado, Aécio recebeu o apoio da família de Eduardo Campos, presidenciável do PSB morto em acidente aéreo em agosto.
Brasil 247

Sem comentários:

Enviar um comentário