12.1.15

ADRIANA CALCANHOTO SE DECLARA EX-PETISTA: “HOJE EU SOU CHARLIE”


Cantora recorda tempos em que atuou na militância no partido, mas diz que "o sonho acabou" e hoje não está em lugar nenhum; "mudei-me para a desesperança"; suas críticas ao governo, porém, passam pelo fato de o diplomata escolhido por Dilma para ocupar o posto em Washington, Celso Amorim, ter sido "empossado sem o aval dos EUA"; oi?


247 – Relembrando sua trajetória como militante do PT, a cantora e compositora Adriana Calcanhoto se mostra desapontada com o governo petista em artigo publicado no jornal O Globo (leia aqui).
Depois de criticar "essa confusão na Petrobras", ela afirma: "agora não estou em lugar nenhum. Ou melhor, mudei-me para a desesperança. Serei alienada ou apolítica, que é melhor para mim do que ser amoral".
Seus ataques ao governo, no entanto, passa pela escolha da presidente Dilma Rousseff por Celso Amorim para ocupar o posto de diplomata em Washington. O problema, segundo ela, seria o fato de os EUA não terem dado aval ao nome do ex-ministro.
Por fim, ela tira sarro da militância petista e sinaliza ser hoje algo superior. "Semana passada, juntando em caixas roupas, livros e coisas que não uso mais para doar, atirei num caixote de bugigangas aquela minha estrelinha vermelha do PT, o sonho acabou. Pode a militância entupir à vontade minha caixa postal com deselegâncias, eu sou vocês ontem. Hoje eu sou Charlie". 
(Brasil 247)
###
Publicidade

Sem comentários:

Enviar um comentário