20.8.15

GOVERNO MANIPULA AS ESTATÍSTICAS DA CLASSE MÉDIA C

Carlos Newton
O comentarista Wilson Baptista Jr., sempre atento, nos envia pequena matéria de O Globo sobre os métodos usados para classificar se uma família conseguiu superar a chamada faixa da pobreza.
A chamada classe C, que seria a classe média baixa, tem várias maneiras de ser aferida, mas nenhum delas apresenta precisão e credibilidade. Pelo contrário, as sistemáticas evidenciam a manipulação desse tipo de estatística, que o governo do PT utilizasse para se vangloriar através do critério de renda per capita, criado pelo economista Marcelo Neri, da Fundação Getúlio Vargas. Existe também o chamado critério Brasil, adotado pelas agências de publicidade para direcionar os anúncios comerciais. E também há o critério por ocupação profissional, também altamente contestável.
CRITÉRIOS DIVERSOS
Confira como cada um faz essa classificação:
Critério Brasil: A metodologia usada pelas agências de publicidade teve sua versão mais recente atualizada no início deste ano. Pelo modelo, a classe C engloba famílias com renda mensal entre R$ 1.446,24 e R$ 4. 427,35, mas pode variar. Isso porque considera o acesso a bens e serviços, como banheiro, água encanada e carro
Pela ocupação: A definição é usada pelo economista Waldir Quadros, professor da Unicamp. O pesquisador não usa o termo “classe”, mas sim cinco “padrões de vida”, que vão de “alta classe média” a “miseráveis”. Influencia na classificação o tipo de ocupação e os ganhos do membro da família com maior rendimento. Entre as profissões típicas da “baixa classe média” estão recepcionistas e operadores de telemarketing.
Definição do governo: em 2012, quando Marcelo Néri ocupava a Secretaria de Assuntos Estratégicos, ele próprio definiu que a classe média é formada por famílias com renda per capita entre R$ 291 e R$ 1.019. Atualizada pela inflação, seria de R$ 368,27 a R$ 1.289,59
E você, o que acha? Uma família com cinco pessoas e renda total de R$ 1.845,00 teria escapado da faixa da pobreza e poderia ser considerada classe média? (Tribuna da Internet)

Sem comentários:

Enviar um comentário