2.8.15

Governo paraguaio acusa Brasil de invasão de território em operação

Ministério da Defesa negou e disse que todas as ações foram feitas do lado brasileiro

Agência Brasil

Militar paraguaio nas águas do Rio Paraná – Foto: Reprodução/ abc.com.py
O Ministério das Relações Exteriores confirmou neste sábado (1º) o recebimento de uma nota diplomática enviada pelo governo paraguaio sobre uma troca de tiros entre contrabandistas e militares brasileiros e paraguaios no Rio Paraguai. O Itamaraty informou ainda que responderá o documento na segunda-feira (3).
Segundo a nota enviada ao governo brasileira, os incidentes teriam ocorrido na terça (28) e quarta-feira (29), próximo à cidade de Salto del Guaira, na fronteira entre os dois países. O embaixador brasileiro em Assunção, José Felício, foi convocado na sexta-feira (31) pelo chanceler paraguaio para receber uma nota diplomática sobre o episódio.
De acordo com o governo do Paraguai, as Forças Armadas brasileiras invadiram o território do país durante operações de combate a delitos na fronteira. Militares brasileiros teriam identificado seis embarcações de contrabandistas com mercadorias que seriam trazidas para o Brasil. Os militares do Brasil teriam ainda trocado tiros com os contrabandistas a 100 metros da costa paraguaia.

Brasil nega invadir território
O governo brasileiro negou, na noite deste sábado (1º), ter invadido o território paraguaio durante operações militares realizadas na fronteira. O Ministério da Defesa informou que todas as ações referentes à operação foram feitas do lado brasileiro e que não houve incursão no lado paraguaio. Ainda segundo o ministério, o embiaxador do Brasil no Paraguai já informou ao governo do país que um inquérito será aberto para apurar as ocorrências. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Sem comentários:

Enviar um comentário