16.9.15

Central de Artesanato de Timon recebe visita de estudantes da zona rural

Através de uma aula passeio, os alunos souberam como o artesanato interfere na economia de uma cidade

                               Imagens: COGECOM

Quem passou pelo Centro de Artesanato Raimundo Nonato de Sousa na tarde desta terça-feira (15/09) se encantou aos ver crianças dançando o Bumba Meu Boi, símbolo da cultura maranhense. Os meninos e meninas são alunos do 7º ano da Unidade Escolar Justiniano Guedes de Vasconcelos, Povoado Tamanduá, e estavam no espaço por meio de uma parceria entre Universidade Estadual do Piauí (Campus Torquato Neto) e Prefeitura de Timon. Uma tarde onde crianças e professores trocaram conhecimentos.

O Centro de Artesanato de Timon fica localizado na Avenida Francisco Carlos Jansen, Bairro Guarita, um ponto privilegiado localizado na entrada da cidade. Pela história e importância do Centro para o município, alunas do curso de geografia da UESPI (professoras que estavam como alunas naquele momento, pois fazem parte do Plano Nacional de Formação de Professores – PARFOR) resolveram unir duas temáticas: seus aprendizados acadêmicos e a possibilidade de proporcionar uma formação de identidade cultural para essas crianças. O resultado não podia ser outro: aprendizado de ambas as partes.

A professora Patrícia Batista, que reside em Timon e atualmente também é universitária, explicou o porquê da escolha de alunos da zona rural e também o porquê de optar pelo Centro de Artesanato. “Achei viável trazê-los para conhecer um espaço da cidade onde eles moram, pois eles moram distante e não conhecem os pontos turísticos da própria cidade. Consegui minha bolsa do PARFOR por meio da Prefeitura de Timon e agora estou concluindo meu curso de Geografia. Durante as aulas, surgiu a disciplina Prática Pedagógica, sugerindo que nós fomentássemos o turismo de um local e como moro em Timon e passo todos os dias em frente, imaginei que a ação seria benéfica para todos nós”, finalizou.

O diretor do Departamento de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Carlos Galvão, esteve presente e conversou com os alunos, falou dos futuros investimentos que serão realizados, campanhas e incentivos aos artesãos que trabalham naquele espaço. “Estamos firmando parcerias com empresas privadas e logo levaremos os produtos confeccionados aqui para uma exposição nesses locais e muito mais, breve estaremos divulgando com mais detalhes”, comentou.



Fonte: SEMDEST

Sem comentários:

Enviar um comentário