1.9.15

Transporte de enfermos ficou em segundo plano durante gestão de Ricardo Murad na Saúde


BLOG MARRAPÁ - Provas colhidas e apresentadas em relatório da Secretaria de Estado de Transparência e Controle mostram que o uso de aeronaves para transporte de pacientes ficou em segundo plano durante a gestão de Ricardo Murad na Secretaria de Estado da Saúde (SES) de 2011 a 2014. O relatório mostra um caso em que um paciente em Cururupu deixou de ser atendido pelo helicóptero-ambulância, que foi usado para transportar Ricardo Murad.

Embora a contratação da aeronave para a Secretaria de Saúde fosse exclusivamente para atender pacientes, o helicóptero deixou de transportar enfermos para atender o ex-secretário que foi a São João dos Patos, onde ocorreu o comício da filha dele, Andrea Murad, no dia 17 de setembro de 2014. Sem a aeronave especializada, o atendimento em Cururupu acabou sendo prestado pelo Grupo Tático Aéreo (GTA).
Em depoimento à Secretaria de Transparência, os pilotos do helicóptero-ambulância revelaram que a aeronave precisou ser adaptada para o “modo vip” para transportar Ricardo Murad, quando se tirava o kit aeromédico e permitia o transporte de passageiros. Além de utilizar a aeronave para outros fins, as contratações de helicópteros da PMR Táxi Aéreo ainda serviu para lavagem de dinheiro para a campanha de parentes de Ricardo Murad, o esquema foi revelado em reportagem da TV Guará na noite de segunda-feira (31).

Sem comentários:

Enviar um comentário