2.2.16

Ter o PT é um péssimo negócio para qualquer candidato em São Luís

Blog John Cutrim - Sem nomes competitivos e afundado na lama de corrupção, o PT deve encolher após as eleições municipais deste ano. Em São Luís não será diferente.
Na capital maranhense, o PT tem apenas um vereador, eleito em 2012 quando o partido ainda desfrutava da simpatia da população.
Com a desfiguração do partido e suas principais lideranças envolvidas na barra da justiça, acusados de surrupiar o dinheiro do povo brasileiro, sair candidato pelo Partido dos Trabalhadores pode ser uma enorme desvantagem.
Na corrida eleitoral em São Luís, a legenda tenta de todas as formas se valorizar. Só que sem quadros potencialmente fortes para enfrentarem o prefeito Edivaldo e a deputada Eliziane Gama, o PT, que passou oito anos instalado no governo Roseana Sarney, faz de tudo para conseguir ao menos ser vice na chapa de um dos dois. Até mesmo permanecer com um vereador na Câmara será tarefa difícil.
Para isso, o PT joga com o que ainda pode se considerar como bônus, o tempo de televisão. Por outro lado, o ônus de ser ojerizado pela maioria da população e a pouca densidade eleitoral de seus membros em São Luís pode ser um prejuízo tanto a Edivaldo quanto a Eliziane ou a outro qualquer candidato. Para eles, até mesmo ter Lula ou Dilma pedindo votos na televisão – o que outrora era um apoio e tanto em qualquer campanha – hoje é considerado declínio na certa, devido o desgaste das duas maiores lideranças petistas do país.
Definitivamente, o PT não é um bom negócio nas eleições de outubro.

Sem comentários:

Enviar um comentário