24.2.16

Piauí é campeão com mais prefeitos cassados e que se mantêm no cargo


O Piauí é o Estado com mais prefeitos cassados que continuam no cargo no Brasil. A informação é de um levantamento feito por um site nacional que contabilizou 142 prefeitos cassados desde as últimas eleições em 2012. Segundo o site, o Brasil tem um prefeito retirado do cargo a cada oito dias pela Justiça Eleitoral. O dado de cassados no cargo e fora dele representa 4% do total de prefeitos eleitos em 2012 (5.568).
Na pesquisa, o Piauí possui 24 prefeitos cassados, sendo que apenas quatro estão fora do cargo e 20 permanecem no posto em razão de recursos por força de liminar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou do próprio Tribunal Regional Eleitoral (TRE). 
O Estado com mais prefeitos cassados é São Paulo com 32 gestores, seguido de Minas Gerais com 31 e Rio Grande do Norte com 28. Nestes estados, continuam no cargo 13, 12 e 14 respectivamente. No total, 99 foram cassados, mas se mantêm no cargo com liminares e recursos, a poucos meses de um novo pleito, que ocorre em outubro deste ano.
O levantamento nacional não leva em conta os prefeitos retirados do cargo pela Justiça comum ou pelas Câmaras municipais. Também não inclui os cassados em primeira instância que já conseguiram reverter a decisão em instância superior e não respondem mais a processo
No Piauí
Segundo o TRE-PI, a maioria das cassações é por compra de votos, abuso do poder político e econômico, fraude, corrupção e improbridade administrativa. 
Nos quatro municípios que já houve a troca de prefeitos apenas em Simões houve eleição suplementar. O prefeito eleito em 2012 Edilberto Abdias de Carvalho (PSB) teve o registro de candidatura indeferido ao ser acusado de prefeito itinerante, pleiteando o terceiro mandato seguido.  Em junho de 2013 teve nova eleição e Francisco Donizete Pereira (DEM) venceu e assumiu o cargo. 
Já nos municípios de Lagoa Alegre, Esperantina e São Miguel da Baixa Grande, os segundos colocados assumiram o cargo. Sendo cassados Messias Moreira Elizardo (PTB), Lourival Bezerra Freitas (PSDB) e Afonso José Damásio da Silva (PSDB), respectivamente. Assumiram Gecimar Neves Borges Costa (DEM) em Lagoa Alegre, Vilma Carvalho de Amorim (PT) em Esperantina e Josimar Teixeira Moura (PMDB) em São Miguel da Baixa Grande. (cidadeverde.com)

Sem comentários:

Enviar um comentário