13.2.16

Professores do PI recusam lecionar em escolas que ficam em bairros violentos

Pedro Alcântara - Como se não bastasse a ameaça de greve por causa do piso salarial que o governo quer parcelar, professores da rede estadual de ensino estão recusando dar aulas em Escolas situadas em regiões tidas como violentas. A informação é do Superintendente de Ensino da secretaria de Educação, professor Carlos Alberto, ex-reitor da Universidade Estadual do Piauí. Pelas palavras do Superintendente, setores reconhecidamente perigosos, onde há conflitos de gangues e negócios do tráfico, tem rejeição dos educadores. “Eles não querem, essas Escolas por temerem pelas suas próprias vidas. O governo está implementando um plano de segurança com o Pelotão Escolar para minimizar o problema”, disse o Carlos Alberto - 180graus

Sem comentários:

Enviar um comentário