1.6.16

Léo Pinheiro, da OAS, também vai contar tudo sobre o tríplex e o sítio

Léo (de costas) recebe Lula para inspecionar as obras do tríplex
Cleide Carvalho O Globo
Assim como a Odebrecht, a OAS também negocia para que o presidente da empresa, José Adelmário Pinheiro, conhecido como Léo Pinheiro, dê informações sobre o esquema de corrupção na Petrobras. O advogado José Luís de Oliveira negou na noite desta terça-feira que seu cliente tenha assinado termo de confidencialidade, documento que marca o início do processo formal de delação. Até assinatura do termo, as negociações são conduzidas informalmente. O Globo apurou que o termo foi assinado no começo deste ano.
Se aceita, a delação de Léo Pinheiro, como é conhecido, deve ajudar a elucidar sobre o relacionamento da OAS com o governo Lula. Pinheiro e o ex-presidente eram amigos pessoais. Está em nome da OAS o tríplex no Guarujá, que seria destinado ao ex-presidente e era mantido em nome da empreiteira.
A OAS também pagou por reformas no sítio de Atibaia, usado pela família de Lula. Pagou ainda por cozinhas planejadas e móveis instalados no tríplex e no sítio e comprados na mesma loja da Kitchens na capital paulista. Parte do valor foi paga em dinheiro.
JÁ CONDENADO
Pinheiro foi condenado a 16 anos e 4 meses de prisão e segue em liberdade, até que a apelação apresentada pela defesa seja apreciada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. O julgamento da apelação está marcado para o próximo dia 8. Caso a sentença do juiz Sérgio Moro seja confirmada, Pinheiro deve começar a cumprir pena tão logo se esgotem os recursos no TRF-4, o que deve ocorrer em, no máximo, dois meses.
O empresário tem expectativa de conseguir fechar acordo de delação antes de começar a cumprir a pena. Nesta quarta-feira, ele prestará depoimento no inquérito que investiga o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).
Léo Pinheiro havia relutado assinar acordo de delação premiada. A interlocutores, havia dito que só assinaria acordo se pudesse falar sobre a corrupção sistêmica que ocorre no país e abrange vários políticos e siglas.
###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – 
Para evitar a prisão, Léo Pinheiro vai começar a entregar o resto da sujeirada, com destaque para o tríplex e o sítio de Atibaia, que já foi abandonado pela progressista família Lula da Silva. Com as delações de Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro, está se fechando implacavelmente o cercoda Lava Jato a Lula, a Dilma e à classe política como um todo. Em Brasília, o pânico e geral, ninguém dorme sossegado e não tem tarja preta que dê jeito. (C.N.) - Tribuna da Internet.

1 comentário:

  1. ⊱✿.*☆*.¸✽ ¸.*♡*.✿⊰✽⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰✽ ⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰
    Vim bordar um recadinho parabenizando você pelo seu blog e desejando você e sua família um ótimo término de semana!
    Também convido você a ver o novo vídeo no meu canal e visitar as minhas outras redes sociais:
    Youtube:https://youtu.be/z35R1TGr1us
    Twitter: https://twitter.com/HildasBordados
    Facebook: https://www.facebook.com/HildasBordados
    Beijos no ♥
    ⊱✿.*☆*.¸✽ ¸.*♡*.✿⊰✽⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰✽ ⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰

    ResponderEliminar