14.12.16

PEDINTES DA BR 020

Já fazia alguns anos que não viajava a serviço ou a passeio, até que no ultimo final de semana atendendo a convite, fui a Fortaleza CE visitar a uma tia que em janeiro próximo, completara “cem anos” de vida! Foi sem duvida um momento de alegria reencontrar parentes e minha tia Benedita‘, ainda bem lucida’. Não sabia que de volta, iria me deparar com cenas que muito iria me magoar, os Pedintes da BR 020.

Era domingo por volta da nove horas quando saímos de Fortaleza pela BR 020, pois já estava no roteiro da viagem conhecer Canindé. Logo na entrada de Caucaia até Canindé, fomos surpreendidos por famílias à beira da estrada com a mão estendida, isso por quilômetros, homens, mulheres e crianças. Sensibilizado, então parei ao lado deles para saber o motivo da mão estendida. O que ouvir foi o relato de pessoas que diziam não ter emprego, não ter como plantar se com a seca até mesmos os animais estão morrendo -, estamos passando fome moço, pois há tempos que não chove, a esmola nos finas de semana é o que ajuda um pouco em casa.

Chegamos em casa por volta das vinte e duas horas do domingo, mas, a cena dos Pedintes da BR 020 tirou a alegria da viagem, me deixou abatido, triste e impotente diante de tal situação. Aquela gente são seres humanos, necessitam urgentemente de politicas publicas que resolva a situação. O cearense, não merece ser visto dessa forma.



Sem comentários:

Enviar um comentário